enigmas de um assassinato parte-4

Passando certo tempo, Willian pergunta para sua esposa onde ela esteve na noite do crime. Angelina, assustada, responde que estava dando uma volta pelas redondezas a fim de conhecer  alguns lugares.

 O esposo fica meio pensativo e desconfiado, mas resolve encerrar o papo e dormir.
Ao encostar a cabeça no travesseiro, uma sussurro pronuncia a seguinte frase: “Tudo vai melhorar, você descobrirá toda a verdade” ao terminar a frase, a voz desaparece e Willian cai no sono.
Ao acordar, ele pede para que Andrew vá com ele até o jardim da propriedade,já que queria lhe fazer algumas perguntas. Chegando lá, o filho pergunta ao funcionário como era sua mãe, já que as lembranças que ele tinha eram muito poucas. Andrew diz que Morgan era uma mulher muito boa, de coração puro, cheia de qualidades e única. Ao ouvir isso Willian fica um pouco triste por não ter tido a oportunidade de crescer ao lado dela, agora as lembranças eram poucas e sua mãe já não estava mais presente. O filho pergunta ao empregado o que havia acontecido de fato com Morgan e ele logo responde:
-Sua mãe infelizmente teve um câncer e passou algum tempo lutando contra ele, só que por fim a doença foi mais forte e tomou conta dela fazendo com que chegasse a hora do adeus. Willian pergunta como era a relação de sua mãe com o pai, Andrew fica alguns segundos sem reação mas logo explica que eles eram muito próximos e que quando Morgan O’Hara Belmont adoeceu, Johan fez tudo o que pôde pra ajudá-la, mas ali já havia chegado a hora. Terminando com a conversa, Willian se enche de desconfianças por conta daqueles relatos e resolve fazer buscas na intenção de obter mais respostas a respeito de sua família e principalmente de sua mãe.
As pesquisas foram bem sucedidas e Willian descobre queela pode estar viva e morando em uma cidade próxima. O filho fica em estado de transe com todas aquelas mentiras, acontecimentos e vai procurar Andrew e Agnes, dessa vez querendo saber toda a verdade.
Ao encontrá-los, ainda furioso, o jovem começa a pedir explicações.  Agnes e Andrew se entreolham e depois de um tempo começam uma série de confissões.
A empregada diz que não sabia de muita coisa já que havia chegado lá muito depois de Andrew e que quando fora morar na mansão, Morgan Já havia ido embora.  Agnes disse que certa vez quando ia deixar o jantar de Johan, encontrou uma foto no quadro da parede e perguntou quem era aquela linda mulher, Johan disse que era sua ex esposa e que não mantinham contato há alguns anos. Segundo a empregada, após essa resposta ela se virou e foi para a cozinha…
Chegando lá, disse a Andrew o que o chefe havia contado, mas o empregado não estava surpreso, já que em todo aquele tempo de trabalho para Johan, ele já havia presenciado muitas cenas dos dois, cenas que iam de beijos até uma série de confrontos e revela ainda que estava presente no momento em que Johan literalmente espancou Morgan e que naquela mesma noite, a baronesa arrumou as malas e foi embora. Depois disso nunca mais voltou.
Anúncios

Uma opinião sobre “enigmas de um assassinato parte-4”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s